segunda-feira, setembro 05, 2005

Requiem pela "Quinta do Paço da Serrana"


(photo arq . Renato Brito . all wrights reserved)

Soubemos que, durante este fim de semana, ardeu parte da "Quinta do Paço da Serrana", a fantástica propriedade da família do célebre africanista Serpa Pinto e que é (ou era) parte do mais notável património (cultural; turístico; paisagístico; ambiental; arquitectónico; etc.) da região de Boassas e do concelho de Cinfães. Há anos, aquando da sua aquisição pela câmara municipal, (para fazer uma série de estruturas culturais e turísticas - Casa-Museu Serpa Pinto; estalagem; turismo rural; etc...) os "letrados" de então, que não concordavam, disseram que aquilo só servia para "fazer filmes de terror" (sic). Porfiaram... Ascenderam ao poder e, aí está, após anos de abandono criminoso e incúria... conseguiram! Um grande filme de terror, a preto e branco, com mistura de humor negro... e um intenso cheiro a queimado! Não estamos apenas tristes e chocados. Estamos indignados e revoltados! Quem nos salva da barbárie?...

2 comentários:

Anónimo disse...

A SITUAÇÃO PODE MUDAR

ESTAMOS A CONSTITUIR UM MOVIMENTO PARA REABILITAR A QUINTA E ERGUER DAS CINZAS E DIGNIFICAR SERPA PINTO
CONSULTAR O BLOG www.nunoresende.blogspot.com

APOBO disse...

Caro Nuno Resende
É de louvar que haja um movimento para reabilitar a "Quinta do Paço da Serrana", para a qual venho há mais de vinte anos (!!!???) chamando a atenção... Pela minha parte ainda não desisti e continuo a lutar por esse objectivo, embora 20 anos acabem por trazer alguma amargura e cepticismo. Posso adiantar que, em iniciativa inédita a nível do Distrito de Viseu, a Associação Por Boassas, após ter conseguido a primeira classificação de uma árvore a nível do concelho, pediu agora a classificação do maciço florestal da "Quinta do Paço da Serrana"...
Bem haja pela iniciativa. Penso que há que unir esforços e, sobretudo, definir bem o que se pretende para aquele espaço.
Cumprimentos e até breve.
A direcção da APOBO
Manuel da Cerveira pinto