sexta-feira, setembro 23, 2005

O "Pigarço"


"Na foto vemos Francisco Xis, de alcunha "Pigarço", um dos antigos "marinheiros" dos barcos rabelos do Rio Douro, infelizmente já partido do número dos vivos e por isso mais uma saudade". (Foto e texto do Prof. M. Cerveira Pinto)

Sobre a arquitectura do rabelo aconselhamos este artigo (com a devida vénia ao "A cidade surpreendente"). E também esta foto. Reconhecem o local?

4 comentários:

Joao Soares disse...

Ola Manuel
Bonito rosto.As rugas são caminhos da vida de um Homem.Ficam bem, por isso mesmo.Saõ a biblioteca das alegrias e amarguras. E vem alguém falar em tipos metrossexuais e toda a gente anda a correr para as cosmeticas...
Podemos aceitar as orientações sexuais, mas a vida do Homem não é metrossexual!
Já enviei para a tua caixa de correio alguns trabalhos (os mais relevantes) sobre Agenda 21.
Um grande abraço
BioTerra

Anónimo disse...

Sobre a foto... À esquerda é o Bestança? É Porto Antigo? Digo isto totalmente confundido, porque na verdade está irreconhecível (mas como achei a pergunta suspeita) -- JRF

Manuel da Cerveira Pinto disse...

Olá João. Que bom ter-te aqui novamente no "boassas". Estou plenamente de acordo com as tuas observações. À medida que as pessoas "alisam a pele", alisam as suas vidas até as apagar completamente... Já é difícil encontrar rostos assim. (Obs. A foto é do meu pai e não minha...)
Quanto à "Agenda", ainda não recebi nada. De certeza que enviaste para "manuelcerveirapinto@clix.pt"? De qualquer forma obrigado. Um abraço e até breve. (Ah! O teu BIOTERRA está cada vez melhor!)
Abraço
Manuel

APOBO disse...

Olá José Rui.
BINGO!... Acabaste de ganhar um balde de plástico...
A foto é tirada do lado de Porto Manso, sobre a foz do Bestança. Do lado esquerdo vêem-se os barcos atracados em Porto Antigo e do outro lado do rio é a povoação de Souto do Rio. De facto era bem diferente... A factura com que Cinfães contribuiu (e contribui)para a energia nacional é sem dúvida uma das maiores do país... (só por si, já seria motivo para obstar à construção de qualquer central hidroeléctrica no Bestança, ou não?...).
Abraço