quinta-feira, setembro 15, 2005

Incêndio de Boassas


"Com o coração nas mãos..."

7 comentários:

Anónimo disse...

O que é a APOBO? Um blogue, uma associação unipessoal, há estatutos, sócios, missão?

APOBO disse...

A APOBO é uma associação de desenvolvimento local, o que, aliás, é referido logo na página de abertura. Os elementos que constituem a actual direcção estão referidos no segundo artigo publicado aqui no blogue, datado de 28 de Março do corrente e intitulado "Quem somos...". Para mais informações deverá deixar o seu nome e o seu contacto.
Pedimos a todos os leitores que queiram deixar comentários que assinem os mesmos e, se possível, deixem um endereço de e-mail.
Obrigado.

APOBO disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
APOBO disse...

Ah! Esquecemo-nos de informar. Há estatutos. Neste momento temos cerca de 100 sócios, em Portugal e Espanha. O objecto da associação prende-se, sobretudo, com o desenvolvimento integrado e salvaguarda da região de Boassas, o que é referido ao longo de todos os artigos até agora publicados neste espaço e cuja leitura aconselhamos para um melhor conhecimento.
Obrigado.

Sónia Constante disse...

Eu tive o desprevilégio de assistir a este horrivel episódio de perto, não tendo tido a noção da real dimensão do incêndio. Hoje vendo esta imagem penso porque? Como pode todos anos Portugal arder? E tendo a convicção que os incêndios que deflagraram em Boassas e arredores tiveram o testemunho de mão criminosa, pergunto-me qual o prazer de tal acto, não pode simplesmente ser por razões monetárias... Eu sinto-me triste por fazer parte de um mundo em que existe prazer em matar destruir a MÃE NATUREZA.

Anónimo disse...

Peçam ajuda aos submarinos!!!
:-(

APOBO disse...

Pois! E aos estádios de futebol do "Euro 2004", já agora!...
(Aproveitamos para informar e pedir, mais uma vez, para que os nossos leitores se identifiquem ao colocar qualquer comentário. este é um espaço que se pretende público e participado. Se não houver identificação não podemos, óbviamente, garantir a publicação dos comentários. Obrigado.