terça-feira, julho 12, 2005

Londres, 7 de Julho de 2005

Tardiamente, mas de forma sentida, expressamos aqui a nossa profunda consternação e solidariedade com a população londrina, condenando os actos bárbaros perpetrados no passado dia 7 contra população inocente e indefesa. O relato de um português que viveu estes acontecimentos horrivelmente trágicos é deveras impressionante. Aqui fica como forma de homenagem e de manifestar o nosso vivo repúdio por todas as formas de violência e terrorismo. "Infelizmente, eu estive lá"

HÁ 20 ANOS, FOI ASSIM...
Lamentavelmente o terrorismo não é só anónimo e sem rosto. Há também outras formas, entre as quais aquelas perpetradas pelos próprios estados, como foi
o caso do "Rainbow Warrior", em 10 de Julho de 1985, onde faleceu Fernando Pereira, fotógrafo, jornalista holandês de origem portuguesa e activista do movimento GreenPeace.

2 comentários:

António Manuel Dias disse...

Uma pequena correcção: segundo a notícia no link, o navio chamava-se Rainbow Warrior e não Green Warrior. A Wikipedia tem uma breve história deste navio.

APOBO disse...

Caro António, muito obrigado pela correcção. Pedimos desculpa pelo lapso. Só o conseguimos explicar pelo facto de pensarmos sempre em "verde"...