quarta-feira, maio 21, 2008

Feira Aquiliniana na Aldeia da Lapa


Vai decorrer, na Aldeia Classificada da Lapa, em Sernancelhe, nos dias 24 e 25 de Maio, a V Feira Aquiliniana onde estarão em destaque artesanato e produtos regionais.

Para consulta do cartaz do evento - ver aqui

Mais informações disponíveis no site oficial da Câmara Municipal de Sernancelhe – www.cm-sernancelhe.pt

8 comentários:

Nuno R. disse...

Já estive nesta feira. O espaço convida à visita e a iniciativa é apelativa. Recomendo vivamente. Para quando algo do género em Cinfães? Algo que não seja só fogo de artifício e "cantores pimba"? Um abraço. Nuno R.

cerveira pinto disse...

Caro Nuno
Já no artigo anterior havia afirmado que o problema do país começa por ser, essencialmente, cultural. Quando os organismos públicos parecem apenas interessados em "subsidiar" a boçalidade mais abjecta e a mais inominável mediocridade o que se pode esperar?... Os nossos "Encontros de Ceramistas" foram uma tentativa de alterar este estado de coisas, infelizmente pouco ou nada apoiado, sobretudo por Portugal e pela própria terra. Pobre pátria esta, afogada que está nesta "apagada e vil tristeza"... onde apenas há apoios - aos milhões - para os "escroques" da bola!
Resta-me agradecer-lhe mais uma vez a acuidade e a participação neste espaço.
Até breve.

João Soares disse...

Viva, Cerveira Pinto
Levará uma ou mais gerações para que sejam apercebidos por todos que esta casa e quinta (?) são atentados à memória das nossas cidades e vilas e aldeias(vê o exemplo da Avenida dos Aliados e agora o Mercado do Bolhão). Serve a denúncia e o testemunho do blogue Boassas que, nestes aspectos, cumpre exemplarmente este papel.
Um abraço

Cerveira Pinto disse...

Olá caro João
(Penso que este comentário era para o artigo anterior, sobre a casa demolida em Boassas...)
De facto ando a lutar pela preservação deste património há já mais de duas décadas. Os resultados são, no mínimo, desmoralizadores. O entrave que provoca a falta de formação, educação e cultura, no nosso povo (começando nos respeonsáveis políticos em primeiro lugar) é quase impossível de contornar. O conceito de desenvolvimento que grassa na nossa sociedade é completamente retrógrado e ultrapassado. Todos os recursos do país são desperdiçados (floresta; agricultura; paisagem; natureza; bio-diversidade; bens culturais...). É uma calamidade, é triste e é um legado terrível para as próximas gerações! Não admira que estejamos onde estamos. Obrigado pela participação. É bom sabermos que não estamos sós.
Um abraço e até breve.

Campelo de Sousa disse...

Acabei de ler um paragrafo escrito pelo Sr. Cervaira Pinto, em que diz andar há mais de duas décadas a lutar pela preservação do património de Boassas .!

Não desmoralize agora !
Se vamos desmoralizar, se somos ainda tão poucos, secruzarmos os braços as futuras gerações já não terão oxigenio para respirar !

A seguir diz que a falta de cultura, de formação e educação (começando nos responsaveis politicos em primeiro lugar) é quase impossivel contornar !!!

Pois é !!!
O maior problema deste País, não é o Povo ser o coitadinho, é sim, este mesmo povo ser governado por uma geração de politicos arrogantes, sem honra de palavra e até de actos !

A corrupção é um flagelo instalado na nossa sociedade, que já ninguem consegue conter.

Se queres chegar a um alto cargo, deixa-te corromper e corrompe, ou então ficarás sempre na mó de baixo !!!

Infelizmente, parece ser este o lema da geração e sociedade moderna Portuguesa !!

http://montao.blogspot.com

cerveira pinto disse...

Estimado Campelo de Sousa
Obrigado mais uma vez pela sua acutilância e alento. De facto a situação é desmoralizante. Quando chegamos ao ponto de ler nos jornais que "o Sr. Presidente da República teve a honra de receber os jogadores da selecção", que mais poderemos esperar?... É uma inversão total de valores que não augura nada de bom, seguramente. Enfim... vamos perseverando.
Até breve e volte sempre.

Campelo de Sousa disse...

Hoje é só para fazer uma pergunta ao Sr. Cerveira Pinto !

Eu já escrevi muito a respeito da instalação desenfreada das eolicas na Serra de Montemuro, se por um lado recebi alguma manifestação de apoio, por outro lado, tambem já senti que começava a incomodar muito boa gente!

Por isso, gostava de saber qual era a opinião do Sr. Cerveira Pinto a esse respeito.!

Cumprimentos,

cerveira pinto disse...

Caro Campelo de Sousa
A resposta, tardia, à sua questão não se prende com um qualquer "embaraço". De facto já várias vezes expressei a minha opinião relativamente à exploração irracional da Serra de Montemouro pelas grandes companhias produtoras de energia (e predadoras do ambiente). As eólicas servem para financiar muita coisa e obviamente enchem a barriga a muito boa gente (até supostas associações ambientalistas.. e paróquias!!!). Bom, a ideia, e por isso o atraso na resposta, era fazer um artigo apenas sobre o assunto (penso que já foi abordado aqui no "Boassas") com base na sua questão. Vou ainda tentar fazê-lo. Obrigado, mais uma vez e até breve.