terça-feira, maio 23, 2006

No dia da biodiversidade, lembramo-nos do Bestança...

"Peixes de água doce são grupo ecológico mais ameaçado do país"

«Vítimas de décadas de usos insustentáveis dos sistemas aquáticos, os peixes de rio (dulciaquícolas) e migradores chegaram hoje ao primeiro lugar da lista vermelha dos vertebrados de Portugal. Sessenta e três por cento das espécies tem categoria de ameaça. Oito estão "Criticamente em Perigo". Para lá desta categoria entra-se na extinção.

O esturjão está extinto no país, o saramugo sobrevive marcado por 20 anos de declínio e o salmão e a truta-marisca viram a sua população diminuir 98 por cento num lapso de dez a 20 anos. Não se prevê o fim desta tendência nos próximos dez a 15 anos.


A capacidade de resiliência dos peixes de rio e migradores é posta à prova de cada vez que é construída uma nova barragem ou açude, perante prolongados ciclos de seca e a insistência de espécies exóticas invasoras. (...)»

(Por Helena Geraldes/PUBLICO.PT)

Continuar a ler artigo no "Ecosfera" do "Público"

Ou seja, a cada minuto que passa o rio Bestança e o seu vale são cada vez mais um valor a preservar...

2 comentários:

sérgio disse...

só espero que os homens não demorem muito a perceber isso mesmo.
parabéns pelo texto.

APOBO disse...

Caríssimo Sérgio
Embora tardiamente aqui fica o nosso agradecimento pela visita e pelo comentário. Embora não possa dizer que a confiança no ser humano seja muita, também nós esperamos o mesmo. Enfim, é uma luta constante, da qual não vamos, porém, desistir...
Endereçamos também felicidades para o "MR RUIM"...
Obrigado e até breve
A direcção da APOBO
Manuel da Cerveira Pinto